proDJ Caffe - 100 DJ's à conversa

ENTREVISTA COM DJ CHUS

DJ CHUS : VIRIATO MUATA TEM GRANDE TALENTO, É SÉRIO, E MUITO PROFISSIONAL

Antecipamos aqui a chegada de um dos maiores DJ da actualidade. Fomos falar com Chus Esteban que nos fez algumas revelações

1 – Qual o teu melhor gig? Lembras-te?
Ao longo da minha carreira tenho vivido muitos bons momentos, é dificil escolher só um, lembro-me da passagem de ano de 2007 no Crobar de NYC, Chus & Ceballos com o Victor Calderone, tocamos 8 horas e o Victor a seguir tocou mais 12, foi incrível! Qualquer noite na Stereo de Montreal também é sempre mágica, o fascinante é que em Montreal as noites são fantásticas.

2 – Qual o teu instrumento de trabalho mais importante e porquê?
A minha psicologia!  Com ela consigo adaptar-me a todos e cada um dos diferentes públicos com que me encontro nos quatro cantos da terra. Considero-me un artista global, um dj do mundo que tão rapidamente posso tocar numa festa privada para 100 pessoas como num festival para 40 mil. Os instrumentos materiais de Dj mudam com as tecnologias, mas a minha capacidade de leitura do publico é sempre a mesma.

3 – Qual o melhor conselho que recebeste ao longo da tua vida profissional?
O meu pai sempre me disse para ser eu mesmo, para não tentar agradar aos outros porque esse é o caminho directo para errar, que tinha que acreditar no meu critério e en mim mesmo e fazer aquilo que o meu coraçao me mande em todo o momento. Tenho usado este conselho para tudo na vida e posso garantir que é mesmo assim.

4 – Qual achas vai ser a evolução da música electrónica nos próximos 5 anos?
E difícil prever o futuro, mas dá para ter uma ideia se olharmos para o passado. A música evolui de uma maneira cíclica, existem assim períodos que se repetem de tempos a tempos. Quando um estilo ou tendência musical parece passar de moda é porque outra nova tendência aparece que não é mais do que uma evolução de algo já inventado. A única diferença está nos artistas e na tecnologia usada. Uma coisa é certa, caminhamos para um futuro onde a fusao e a mestisagem tomam um grande protagonismo e importância.

5 – Como inter-ages com os teus fans?
Eles sao muito importantes na carreira de um artista, fazem com que o teu trabalho tenha sentido porque estas a receber uma resposta aquilo que fazes. Adoro sentir o “calor” do público quando estou a tocar, é por isso que gosto de olhar directamente para os olhos deles, sorrir, puxar por eles, que sintam que são os verdadeiros protagonistas da festa, eles são a inspiraçao do DJ.

6 – Que recordações guardas do DJ Viriato Muata desde o tempo em que trabalhaste com ele na Kadoc?
Viriato Muata tem um grande talento, gosto muito dele e da maneira como conduzia os seus sets na pista de techno da kadoc. É muito profissional, sério e tímido. Os seus conhecimentos técnicos são muito grandes e fico contente por ele fazer hoje aquilo que faz.

7 – A proDJ apareceu em Lisboa com o objectivo de se tornar numa escola de referência. Achas importante existir um local onde as pessoas possam aprender a arte de Djiing, incluíndo a produção?
Claro que sim, é muito importante porque dá oportunidade a pessoas que de outra maneira nunca teriam acesso a este mundo. Nos tempos em que eu começei não existiam escolas de DJ nem de produção, tudo era aprendido à base de dedicaçao, prática e muito talento.

8 – Se não fosses DJ o que achas serias na vida?
Nunca consegui responder a esta pergunta sempre que me é feita, acho que a minha vida não tem sentido sem música, não consigo viver sem ela.

9 – Queres antecipar aos teus fans uma novidade para 2009?
Estou prestes a editar os meus novos projectos para a WMC de MIAMI, o primeiro chama-se 'Hossa' e é uma co-produção com a dupla italiana, Niki B & Christian E.F.F.E que será editada pela Stereo. Juntamente ao Pablo Ceballos iremos editar um novo original com os vocais da cantora americana Joi Cardwell e...... visitem o meu novo website para mais informaçao: www.djchus.com

Muito obrigado e até sempre
Chus L. Esteban

Quero inscrever-me

Dgert2

A proDJ é a única Escola de DJ acreditada em Portugal pela DGERT

Testemunhos

Paulo Alves

Paulo Alves(…) Gostei das instalações da ProDJ e os equipamentos utilizados no Workshop são adequados. Desde o vinil com que não lidava desde os tempos em que fiz rádio, até às controladoras que actualmente fazem parte do trabalho de um DJ “caseiro”, a variedade de equipamentos cobriu um bom leque de tecnologias.

...

Contactos Diretos

211 547 224
915 666 667