Katy Perry

Katy Perry Condenada

Sample Ilegal em “Dark Horse” justifica a sentença.

A cantora norte-americana e os co-autores do tema “Dark Horse” foram condenados a pagar uma indemnização a Marcus Gray e aos co-autores de “Joyful Noise”, um tema de rap cristão editado em 2008, que o tribunal deu como provado que “Dark Horse” copiou o beat. A indemnização a pagar aos autores de “Joyful Noise” foi fixada em 2.78 milhões de dólares.

A queixa deu entrada no tribunal de Los Angeles em 2014 e, desde então, os advogados de Marcus Gray (aka Flame), Chike Ojukwu e Emanuel Lambert, os autores de “Joyful Noise”, tiveram que produzir provas do sampling em tribunal, num caso que é dos mais complicados de provar já que, além da similitude musical, é necessário fazer prova de que quem copia teve acesso ao tema original, algo que foi considerado amplamente provável já que Katy Perry é filha de dois pastores.

Os songwriters ganharam cerca de 10 milhões de dólares brutos, a Capitol Records ganhou 31 milhões de dólares, pelo que a soma em disputa era de 41 milhões de dólares. A Capitol contra argumentou que a promoção da música custou 11 milhões de dólares e que o beat em causa é usado em apenas 45% de “Dark Horse”. O que mostra claramente como a promoção e o investimento nesta fazem toda a diferença num êxito à escala mundial como “Dark Horse”, que chegou a número 1 do Billboard Hot 100 em 2014 e conta com mais de 2 milhares de milhão de visualizações só no YouTube.

Este é um caso raro em que um artista obscuro consegue ganhar um caso em tribunal contra uma estrela da pop mundial e que deve recordar todos os autores e produtores dos riscos que incorrem no caso de sampling ilegal.

A decisão do tribunal de Los Angeles segue a linha da sentença de 2015 no caso de “Blurred Lines” de Robin Thicke , na qual Thicke e Pharell Williams foram condenados a pagar um valor combinado de 7.4 milhões de dólares aos herdeiros de Marvin Gaye, por terem copiado elementos de “Got To Give It Up”, editado em 1977.

Podem ouvir “Joyful Noise” e tirar as vossas conclusões:

About the Author /

hi@prodj.pt